>CABINE ERÓTICA NA LAN HOUSE

>
Amigos Leitores, sabendo que algumas pessoas (homens) ficam constrangidos e ou não tem coragem de acessar algum tipo de conteúdo pornográfico adulto nos computadores de suas
residências, alguns donos de Lan Houses paulistanas estão ganhando dinheiro, e muito, com a
cabine virtual sex ou algo do gênero. Clique em Leia Mais… e veja a matéria completa que reproduzo para vocês na integra e foi vista por mim no site sweetlicious.
PS. Imagine você entrando em uma dessas cabines logo após a mesma ter sido “usada” para satisfazer outro cliente !

lan-house1_thumb7

Tatiana já se acostumou com os gemidos de masturbação que escapam de cabine. Ela só fica indignada quando o usuário deixa no chão camisinha usada. “Quando isso acontece, a gente bloqueia o cliente”, disse. Para disciplinar os clientes, foi colocado em cada cabine um cesto de lixo.

A Tatiana é atendente de uma lan house do centro velho de São Paulo que oferece cabines para acesso à internet. Ela contou que consegue saber pelo som quando um cliente, ao final de seu horário, veste a calça às pressas.

Uma hora na cabine custa R$ 3,50. Pelo mesmo tempo, o acesso sem privacidade, na bancada de computadores, sai por R$ 2.

De uma lan house para outra há pequenas variações de preço para baixo para para cima. Quase todas aceitam cartão de crédito.

Daniel Idalgo, o dono da lan house onde Tatiana trabalha, não tem do que se queixar: os negócios estão indo bem, as quarenta cabines estão quase sempre ocupadas, e ele vai inaugurar uma filial também com espaços privados que vai funcionar 24 horas.

Na cidade de São Paulo, tem aumentado o número de lan houses do sexo para atender não só jovens masturbadores, mas também, disse Idalgo, pais de família que ficam constrangidos em acessar sites pornográficos em sua casa.

O empresário afirmou à Folha Online que decidiu colocar cabines em sua lan house depois de observar que um concorrente cujos computadores eram separados por cortina atraia mais clientes. “Tinha fila de até 20 pessoas.”

Afirmou que não esperava que as cabines fossem usadas para masturbação, embora fosse previsível que as pessoas procurassem por pornografia. Hoje, ele reconhece que o seu negócio está ligado ao mercado de sexo. “Faz parte da internet”, diz.

Nas cabines, só pode entrar uma pessoa por vez. O computador é acompanhado por uma webcam e fones de ouvido. A cada uso, elas passam por uma Lan house do sexofaxina, a exemplo do que ocorre com quartos de motéis. Todos os usuários são cadastrados, conforme determina uma lei municipal.

Nos últimos dois anos, houve uma explosão de lan houses no país. Elas respondem por quase 50% dos acessos à internet dos brasileiros, que estão entre os que mais ficam conectados.


8 responses to “>CABINE ERÓTICA NA LAN HOUSE

  1. >Conheço uma que a mina entra junto e bate pra vc, mas te taxa, tendeu, entra sozinho=4,00 a horaentra com a mina pra ela so bate= 20,00 15mentra c/mina pra ela chupa c/camisinha=40,00 15midem sem camisinha=60,00demeais taxas a combinar com a mina

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s